Previdência Privada

A aposentadoria da Previdência Social (INSS) não se mostra mais de acordo com as necessidades do aposentado, portanto uma Previdência Complementar é uma solução para trazer tranquilidade financeira para você e sua família.

É caracterizada por uma poupança de longo prazo que pode trazer futuramente uma renda temporária ou vitalícia, os recursos podem ser resgatados a qualquer momento, desde que se cumpra o prazo de carência, que pode ser de no máximo dois anos.

Os produtos prevêem os seguintes tipos de renda:

Renda mensal vitalícia: pagamento de renda mensal exclusivamente para o contratante do plano. Quando ele morrer o benefício termina e não há possibilidade de resgatar a renda acumulada.

Renda mensal temporária: pagamento de renda mensal exclusivamente para o contratante do plano por um período de meses determinado previamente na apólice. O benefício termina quando acabar o período contratado ou quando o segurado morrer, não há possibilidade de resgate de recursos.

Renda mensal vitalícia com prazo mínimo garantido: participante define o prazo que começa a partir do primeiro mês do pagamento do benefício. Se o participante morrer antes do término do prazo mínimo, a renda acumulada será paga aos seus beneficiários. Se a morte ocorrer depois do término do prazo não há possibilidade de recuperação dos recursos.

Renda mensal vitalícia reversível ao beneficiário: pagamento de renda mensal vitalícia para o participante, se caso esse venha a falecer, um percentual pré-definido da renda mensal será revertida para seu beneficiário.

Renda mensal vitalícia ao cônjuge com continuidade aos menores: renda mensal vitalícia é paga ao participante do plano, no caso de morte dele, um percentual da renda mensal é pago ao cônjuge ou companheiro (a) até a sua morte. Nesse caso um percentual da renda será transferido para os filhos menores até que atinjam a maioridade.

Renda mensal por prazo certo (renda financeira): pagamento de renda mensal ao participante por prazo preestabelecido, o benefício limita-se a esse prazo. No caso de morte do segurado, durante o período de pagamento, a renda será paga para o beneficiário indicado na apólice. Quanto o prazo de pagamento terminar a renda cessa.

PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre)

Indicado para quem quer abater 12% da renda tributável anual, obtendo um incentivo fiscal na fase de acumulação. Isso, com a condição de que a declaração do Imposto de Renda seja feita no formulário completo. Porém, na hora de resgatar os recursos, o Imposto de Renda incidirá sobre o valor total pago, mensalidades e rendimentos.

VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre)

Recomendado para profissionais liberais, para quem faz a declaração simplificada do imposto de renda e para quem quer aplicar mais do que os 12% investidos no PGBL. Durante a acumulação da renda, não há incentivo fiscal, mas quando você for recolher os recursos, o Imposto de Renda incidirá apenas sobre os rendimentos do plano.